Desafio Literário (Março 2) – Dexter – A Mão Esquerda de Deus (JEFF LINDSAY)

Vamos falar de Dexter.

Eu assisto ao seriado, e por esse motivo tentei ao máximo ver o livro como um projeto separado. Mas não consegui.
Sabe quando algo é tão bem adaptado para a televisão que você não imagina os personagens, mas sim os atores? Foi exatamente isso que ocorreu.
O livro fala de Dexter Morgan, um serial killer, que faz de tudo para se adaptar em um mundo de humanos. Ele foi criado pelo policial Harry Morgan, pai adotivo, que ao perceber as tendências psicopatas do garoto, o ensinou uma espécie de código.
Essas regras fazem com que Dexter se adapte ao mundo e faça coisas que achamos normais, como paquerar ou até mesmo ir beber uma coca- cola com os amigos. Mas além disso, Harry também ensinou nosso protagonista como encobrir seus rastros, e a matar apenas as “escórias” da humanidade.
Tudo isso faz de Dex um verdadeiro justiceiro. E nós nos apaixonamos por ele, pois mesmo sendo um serial killer, talvez o mais prolifico da história, ele é um verdadeiro fofo. E ainda gosta de crianças.
Assim, Dexter Morgan constrói sua vida. Tem um namoro, finge amar a irmã, Deborah Morgan, e atua ter emoções. Trabalha na polícia de Miami de perito em borrifos de sangue, onde convive com Deborah, também policial.
E essa peça vai bem, até que um misterioso assassino serial surge e vira a vida de Dex de pernas para o ar.
Uma coisa engraçada são as reflexões do personagem, ele é irônico, sádico. Sempre dizendo não ter emoções.
Sinceramente eu não acho que é possível não ter emoções, mesmo você sendo um sociopata. O que acontece talvez seja a falta de sentimentos específicos, como medo, e remorso. E geralmente a forma que os livros e a mídia nos mostram esses seres perturbados, não humanos e onipotentes, faz com que tenhamos tamanho interesse em suas vidas.
Na comparação Série/Livro, eu diria que a série conseguiu desenvolver melhor a trama, mas o livro deu um final para personagens que não fariam a menor falta na história. Não sei o porquê de a série manter tais personagens, talvez uma questão de contrato.
O livro é bom e eu recomendo. Leitura rápida, final surpreendente.

Obs: Depois de ler o livro, percebi o quanto o Michael C. Hall é um ótimo ator.

Anúncios

Sobre Karla Kly

Please visit us, to travel through the world of music! http://xworldmusic.wordpress.com/
Esse post foi publicado em Desafio Literário e marcado , . Guardar link permanente.

12 respostas para Desafio Literário (Março 2) – Dexter – A Mão Esquerda de Deus (JEFF LINDSAY)

  1. rodrygotnk disse:

    Você está inspirada nas leituras em Karla!
    Eu amo este seriado e realmente queria ver como é o livro. Quem sabe um dia eu leio ele?
    Saudades

    • Karla Kly disse:

      Se quiser eu te mando… eu gostei viu?
      Tô inspirada nada, tô com pressa mesmo, vai que o mundo acaba né? hahahahaha
      E vc tá na cozinha né?
      vc deveria morar aqui, eu leio e vc cozinha?
      Saudades 🙂

  2. Mione disse:

    Será que vai acontecer exatamente o que aconteceu com Marina? Falam tão bem do livro que dá vontade de ler hahaha

  3. Larissa disse:

    Eu estou louca para ler este livro!!!!! Boa escolha.

  4. Michelle disse:

    Estava aguardando essa resenha sua. Parece então que a série conseguiu melhorar (ou pelo menos manter) a qualidade da história, certo? Eu ia ler um dos livros do Dexter também, mas descobri que o que eu tenho em casa é o segundo volume (No escuro) e troquei pelo “Assassinatos na ABL”.
    E é impossível não imaginar os atores no lugar dos personagens, né? Pelo menos, neste caso, o ator é bom….rs
    Bjo!

    • Karla Kly disse:

      Mi, a série conseguiu mesmo captar o livro. Apesar de umas mudanças aqui e alí, o seriado conseguiu fazer uma adaptação de qualidade. Não vou dizer que é melhor que o livro, pois são projetos diferentes, mas mesmo assim, pra televisão foi perfeito.
      Hum.. pena que vc trocou por um livro que não gostou muito… Mas como eu sempre digo, se quiser emprestado é só pedir 😉

      Nossa o Michael C. Hall foi uma escolha certa para o Dexter! Ele consegue ser carismático e ao mesmo tempo super sombrio. Não sei se sou eu,mas sempre que vejo o ator eu me pergunto se ele realmente não é um serial killer…hahahahaha

      bjs!

  5. Maylee-Chan disse:

    Concordo com a Mione, acho que este vai ser o livro nº 1 do desfio do mês.
    estou considerando seriamente adicioná-lo a minha lista, se o tempo permitir! ^_~

  6. Depois dessa tema serial killer, vou ter que emendar com a leitura do livro da Ana Beatriz, Mentes perigosas. Dá muito o que pensar. Eles têm ou não emoções? Esse poder de atração, de onde vem? Surtei, Karla, com os comentários que tenho lido sobre o livro. Eu não sei nada da série, nem conheço o ator. Acho que quereria lê-lo sem nenhuma referência televisiva. Eu sou fã da minha imaginação…=P

    • Karla Kly disse:

      Vivi, a pemissa de Dexter é bem legal. Imagina um policial que descobre que o filho adotivo é um psicopata, o que fazer? Entregá-lo para uma instituição?
      Nesse caso, Harry resolveu usar o filho. Ele criou uma máquina de matar, mas com a diferença que essa estrutura é inteligente e só mata ” aqueles que merecem”. Lógico que Dexter se pergunta se o código de Harry deve ser seguido. Seu principal medo, e isso ele deixa bem claro, não é matar pessoas “boas”, ele mataria sim. Mas a lista do seu pai o ajuda em uma coisa bastante racional, permanecer livre da cadeira elétrica.
      Um dia assista a série sim, ela foi muito bem adaptada, mas leia antes o livro 🙂

      Eu acho que eles têm emoções sim, a maioria sofre de algum tipo de distúrbio. Seja tristeza, nervosismo, alucinações…
      Mas realmente na questão de medo, eles não tem nada! Remorso muito menos! rs
      Agora o charme, o poder de atração, eu não sei. Nós nos atraímos pelos predadores, é a mesma coisa que um antílope ficar perto de um leão… e isso é estranho.
      Eu queria muito ler esse livro da Ana Beatriz, quem já leu diz que é bom 🙂

      bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s